Ligue-nos gratuitamente

Em que consistem os sistemas de faixa horária para a última milha?

reparto franjas horarias

A experiência de compra de uma empresa é inevitavelmente influenciada pelo seu serviço de última milha, que se torna um fator determinante na satisfação do cliente. Quanto mais transparência, facilidade e comodidade uma empresa oferecer aos seus clientes ao longo de todo o processo, maior será a sua satisfação e confiança na empresa. A utilização da tecnologia para ultrapassar com sucesso este desafio é uma estratégia vencedora: dispositivos de seguimento, atualização contínua do estado da encomenda… ou a definição de faixas horárias de entrega.

O que são os sistemas de faixas horárias?

Cada vez são mais as empresas que optam por criar sistemas de faixas horárias para responder aos desafios logísticos que enfrentam e para melhorar a eficiência das suas entregas. Este tipo de sistemas oferecem a possibilidade de programar as entregas em blocos de tempo predefinidos, beneficiando tanto os clientes como a própria empresa. O consumidor sente que tem maior controlo sobre a sua encomenda e o vendedor planeia as suas rotas de entrega de uma forma mais otimizada.

Os sistemas de faixas horárias dividem o dia em vários intervalos, por exemplo, das 9:00 às 11:00 horas ou das 16:00 às 18:00 horas. Assim, quando chega a altura de o cliente fazer a encomenda, tem a possibilidade de escolher a faixa horária que mais lhe convém para a entrega. Desta forma, o processo é mais cómodo para o consumidor, pois evita esperas desnecessárias ou perdas de tempo. 

É um sistema muito mais flexível para o consumidor, um sistema que lhe dá maior controlo sobre a sua entrega, ajustando-a à sua disponibilidade e não o contrário. É também um sistema muito mais vantajoso para o vendedor, pois permite-lhe distribuir as suas entregas de forma mais eficiente, evitar deslocações desnecessárias e reduzir os custos de utilização. Ao mesmo tempo, ganha pontos em termos de satisfação do cliente se estas faixas horárias forem cumpridas.

entregas por franjas horarias

As faixas horárias e a sustentabilidade

Muitas empresas optam por contribuir para a sustentabilidade de cada viagem da sua última milha ao configurar o sistema de faixas horárias. Este sistema, associado a tecnologias mais avançadas, permite-lhes aconselhar os clientes sobre os horários em que a entrega da sua encomenda tem o menor impacto ambiental. Por outras palavras, o portal da empresa em questão oferece ao comprador a informação, com base numa série de algoritmos, sobre o impacto ambiental de cada opção de entrega por faixa horária.

Assim, ao selecionar uma ou outra, o cliente pode ver qual é a implicação em termos de sustentabilidade de ter a sua encomenda entregue em diferentes faixas horárias. Além disso, a maioria das empresas indica a opção mais sustentável e efetua a entrega nesse intervalo de tempo sem qualquer custo adicional. Desta forma, contribuem para que o consumidor escolha a alternativa menos poluente. E como é feito o cálculo do impacto em cada faixa? O algoritmo utilizado para o calcular tem em conta vários fatores: a morada de entrega do cliente, as entregas já comprometidas e os recursos logísticos necessários para efetuar cada entrega.

Para além deste cálculo, o sistema de faixas horárias oferece uma série de benefícios diretos para a sustentabilidade da entrega. Ao otimizar as rotas de entrega, o consumo de combustível e, consequentemente, as emissões de gases poluentes é menor. Também se reduz o congestionamento do tráfego nas cidades, melhorando a qualidade do ar. E, se a frota de última milha de uma empresa for constituída por veículos elétricos, este sistema otimiza a sua autonomia, reduz as deslocações e o consumo de energia.

Em qualquer caso, a configuração deste tipo de sistema deve ser coordenada ao pormenor para ser eficaz. Assim, mais uma vez, o planeamento é a chave do sucesso.

PARTILHA

Podes estar interessado em

Venta de vehículos eléctricos Europa 2024

Tipos de veículos elétricos de acordo com os seus motores

Subasta de Inquieto

Primeiro leilão da Inquieto! De 10 a 27 de junho, licite pelo seu veículo elétrico