Ligue-nos gratuitamente

Logística inversa: O que é e porque é importante?

logística inversa

Nos últimos anos, a logística inversa adquiriu uma importância significativa nos serviços de entrega de muitas empresas. Se é verdade que a logística inversa esteve sempre presente em termos de devoluções de produtos, esta prática foi redefinida em resultado do boom da sustentabilidade. A gestão eficiente dos recursos está na ordem do dia e a logística inversa desempenha um papel fundamental no processo de encerramento do ciclo de vida dos produtos e na minimização do impacto ambiental que estes gerem.

Logística inversa sustentável

Antes de mais, é importante perceber o que queremos dizer quando falamos de logística inversa. Um resumo rápido seria dizer que a logística inversa se refere ao processo de gestão do movimento dos produtos desde o ponto de consumo de volta para a empresa. Até mesmo a gestão do movimento inverso de produtos ao longo de toda a cadeia de abastecimento com o objetivo de os reutilizar, reciclar ou descartar de forma responsável. Fácil, correto?

Nesta perspetiva, a sustentabilidade está no centro da logística inversa, uma vez que o seu foco é encontrar formas eficientes e amigas do ambiente para lidar com produtos que já não são necessários aos consumidores.

  • Redução de resíduos e otimização de recursos:

Como dissemos, um dos principais benefícios da logística inversa é a sua capacidade de reduzir a quantidade de resíduos gerados pelos produtos descartados. Em vez de os produtos serem simplesmente eliminados, a logística inversa recupera os materiais valiosos, renova os produtos ou encontra formas alternativas de reutilização. Isto não só reduz a pressão sobre os aterros, como também contribui para a conservação dos recursos naturais, reduzindo a necessidade de produzir produtos de raiz.

optimización de recursos

Logística inversa de devolução

Paralelamente à logística inversa sustentável, existe a logística inversa de devolução. É um processo muito mais comum e que está enraizado na grande maioria das empresas. Trata-se de uma parte essencial da cadeia de abastecimento, na qual os produtos que os clientes já não querem ou com os quais não estão satisfeitos são devolvidos ao vendedor ou ao fabricante. A gestão eficiente das devoluções não só é benéfica para os clientes, como também pode representar uma oportunidade para recuperar produtos que ainda podem ter valor. Isto pode envolver o recondicionamento, a reparação ou o refabrico de produtos para revenda ou reutilização.

Logística inversa para empresas

A implementação de um sistema de logística inversa numa empresa consiste em conceber processos eficientes e estruturados para a devolução, o recondicionamento e a disposição de produtos. Para o efeito, é essencial definir políticas de devolução claras e estabelecer critérios para a aceitação dos produtos devolvidos. A partir daí, é necessário criar um processo de receção e classificação para determinar se um produto pode ser recondicionado, reparado, reciclado ou descartado.

A otimização das rotas de transporte inverso a partir de veículos adequados e a seleção de métodos de envio sustentáveis, por outro lado, reduzirão os custos e o impacto ambiental. Assim, a implementação de sistemas de seguimento e tecnologias de informação ajudará a monitorizar o progresso dos produtos devolvidos e a tomar decisões baseadas em dados.

  • Alguns casos de sucesso

Muitas empresas adotaram práticas de logística inversa sustentáveis, para além da logística de devoluções tradicional, como parte integrante da sua estratégia empresarial. Para além das devoluções, um exemplo de destaque da logística inversa sustentável é o programa de reciclagem de produtos eletrónicos da Apple, que permite aos clientes devolver os seus dispositivos antigos para a sua reciclagem e recuperação de materiais. Do mesmo modo, a marca de moda H&M decidiu implementar um sistema de recolha de roupa usada nas suas lojas, permitindo que os produtos sejam reciclados ou reutilizados em vez de serem descartados.

COMPARTILHAR

Pode te interessar